Canal de atendimento atendimento@medaula.com.br
(31) 3245-5781 (31) 9 8882-9170
Rua Grão Pará, 737 Conjunto: 1101 - 11o andar, BH
CNPJ: 07.254.304/0001-24

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL (AVC)

3 de setembro, 2020

O acidente vascular cerebral (AVC) é a terceira causa de morte no mundo, apesar da recente redução da taxa de morbidade e mortalidade. Porém, o aumento da expectativa de vida deve contribuir para o provável aumento de sua ocorrência, em função de sua prevalência na população mais idosa.

Os AVCs podem ser divididos em isquêmicos, hemorrágicos e subaracnoides, sendo que muitos consideram o subaracnoide um subtipo de AVC hemorrágico.

AVC ISQUÊMICO
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o acidente vascular cerebral isquêmico é uma síndrome clínica caracterizada pelo desenvolvimento rápido de sinais focais ou globais de distúrbios de funções neurológicas durando mais de 24 horas ou levando à morte, sem outra causa aparente a não ser de origem vascular.

O AVC resulta de uma redução no fluxo sanguíneo cerebral, levando a um quadro de isquemia. A evolução de isquemia para infarto, que representa a morte celular, depende de vários fatores como variações na pressão arterial, tempo decorrido, grau de redução de fluxo e reperfusão.

A área de penumbra é zona periférica de comprometimento sanguíneo, onde há fluxo colateral. A área de penumbra é uma área em risco de necrose caso a recanalização do trombo não seja realizada.

ÁREA DE PENUMBRA: zona periférica de comprometimento sanguíneo, onde há fluxo sanguíneo colateral.

O quadro neurológico no AVC é de início súbito, a manifestação depende da área cerebral acometida. Os principais mecanismos são aterosclerose de grandes artérias (associado à estenose de > 50% carótida), oclusão de pequenas artérias – lacuna (história de hipertensão ou diabetes), embolia cardíaca (fibrilação atrial, valvulopatia, história de infarto) e outras etiologia (trombofilias, vasculopatias não ateroscleróticas).

Território vascular

Os principais vasos sanguíneos que irrigam o parênquima cerebral originam-se no polígono de Willis (Figura 1): artéria cerebral média, artéria cerebral anterior, artéria coroidea anterior (que pode ser ramo da carótida interna ou da cerebral média), artéria cerebral posterior e artéria cerebelar superior, inferior anterior (AICA) e inferior posterior (PICA).

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL HEMORRÁGICO
O acidente vascular hemorrágico cerebral pode ser dividido em 2 grandes grupos: hemorragia intraparenquimatosa e hemorragia subaracnoide.

Hemorragia intraparenquimatosa
A hemorragia intracerebral primária não traumática é responsável
por cerca de 15 a 20% dos acidentes vasculares cerebrais. As etiologias principais em indivíduos idosos são hipertensão, angiopatia amiloide cerebral e coagulopatia. Já as etiologias principais em indivíduos jovens (< 45 anos) são malformações vasculares. A característica no exame de imagem depende da fase da metabolização da hemoglobina.

Hemorragia hipertensiva
A hemorragia hipertensiva é a causa mais comum de hemorragia
intracraniana cerebral considerando todas as faixas etárias (50%), podendo estar associada com herniação cerebral. Pode apresentar-se com déficit neurológico severo. As localizações mais comuns da hemorragia hipertensiva são: putâmen/cápsula externa (60 a 65%), tálamo (15 a 25%), ponte/ cerebelo (10%) e lobar (5 a 15%).

Hemorragia subaracnoide
A causa mais comum de hemorragia subaracnoide é o trauma. Em relação à hemorragia subaracnoide espontânea (HSAE), a maioria é secundária à ruptura de aneurismas saculares na base do crânio. A história familiar positiva é um importante fator de risco, e doença renal policística autossômica dominante é a mais comum doença hereditária associada com aneurisma.

O quadro clínico é de cefaleia de início súbito e com características
não habituais. Apresenta 50% de mortalidade, principalmente
em função do quadro de vasoespasmo (prevalência de 70 a 90% durante
as primeiras duas semanas).

Quer ficar por dentro de todos os nossos conteúdos?

Enviar um Whatsapp
1
Quer falar com uma consultora?
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by